Qual é o antônimo de altruísmo?

"Entre as dádivas amáveis que Jeová fez ao povo egípcio, para que um faraó desumano consentisse na ida da gente eleita para a terra de Canaã, não havia o trabalhador compulsivo. E, entretanto, pode se considerar o fato de que eles poderiam constituir a oitava série daqueles presentes divinos que, segundo a Bíblia, serviram para determinar o Êxodo. Interessantíssima criatura o trabalhador compulsivo! De casa para os metrôs, dos metrôs para o tra
balho, do trabalho outra vez para os metrôs, vai, vem, corre, galopa, esbarra nos demais, tropeça nas maletas e tudo para garantir seu conforto na viagem de volta para casa. É trabalhador na acepção vulgar da palavra – é grosso. Anda com a cabeça no ar. Está plenamente convencido de que tem um valor, um valor incalculável, e sente viver num desgraçado planeta que não o admira. Lamenta a imbecilidade dos homens, que lhe não erguem altares. Seus modos, em público, ferem os direitos dos mais velhos, das mães munidas de crianças incapazes e das raríssimas almas gentis, que na tentativa de coeri-lo, pedem que desocupe o lugar em prol de um necessitado. Se um simplório qualquer ameaça pedir sua cadeira, após um longo e sofrido dia de trabalho, ele, o dogmático, o altivo grande homem em gérmen, esmaga, anatematiza, fulmina o herege subordinado. Coisas da vida! Dizem que há pessoas que se parecem com os cataventos. O trabalhador “honesto” gira e gira muito, por uma questão de conveniência. Não é fácil fazer-lhe a psicologia, mas é certo que se o Autor do livro sagrado escrevendo-o estivesse, poderia acrescentar algumas páginas antes da divisão do Mar Vermelho".

OTÁVIO SILVASTON FONSECA


"Redigir implica diversas competências. Primeiramente, gostar e se orgulhar de produzir um texto. Essa capacidade de colocar no mundo algo que lá não estava, ou seja, de criar algo novo, é o amor pela redação. Este gosto, este fascínio se mostra na organicidade do texto, no conhecimento implicado (de outras leituras), na seleção lexical, na capacidade de ironia e de humor. A redação contempla e denuncia o sujeito discursivo - a redação do aluno Otávio Silvaston é original, correta e adequada. É o Colégio São Marcos em ação na escrita e compreensão de textos. São muitas as redações. Outras virão!"
Profª Dra. MARCIA DE AZEVEDO AROUCA

Há 41 anos formando cidadãos